Economia da Partilha e Racismo

Nesta pesquisa, realizada em 2016, passageiros foram enviados a Seattle e a Boston para solicitar corridas através do Uber e do Lyft.

Em Seattle, passageiros com nome de afro-americanos esperaram 35% mais tempo do que o tempo considerado normal de espera.

Em Boston, foi observado que a discriminação dos motoristas da Uber através de cancelamentos foi mais frequente com passageiros que usavam nomes que soavam afro-americanos.

Em todas as viagens, a taxa de cancelamento para utilizadores com nomes afro-americanos foi mais que duas vezes do que o cancelamento de viagens solicitadas por utilizadores com nomes aparentemente de pessoas brancas.

Os passageiros masculinos que solicitaram uma viagem a partir de áreas de baixa densidade foram mais de três vezes propensos a terem sua viagem cancelada quando utilizaram nomes afro-americanos.

Racial and Gender Discrimination in Transportation Network Companies

https://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=2861708

You may also like